Facebook do Troféu Louvemos Instagram do Troféu Louvemos Twitter do Troféu Louvemos

9º Troféu Louvemos o Senhor homenageia a Renovação Carismática Católica

Movimento que deu origem à premiação recebe estatueta.

A Renovação Carismática Católica está completando 50 anos de existência. Esse movimento, inserido na Igreja Católica, foi responsável por milhares de conversões, mudanças de vida, curas, libertações, de pessoas voltando à uma vida mais espiritualizada, estudando a Bíblia, enfim, foi responsável por um reavivamento do Espírito Santo na vida de muitos católicos em todo o mundo.

No Brasil, especificamente, a RCC foi trazida e divulgada pelo Pe. Eduardo Dougherty, um sacerdote jesuíta, americano, juntamente com um grupo de pessoas. Ele fundou a Associação do Senhor Jesus, que trabalha com a evangelização e educação. A Associação possui uma revista, a Brasil Cristão, sites de divulgação, ensino a distância, loja de produtos religiosos e um canal de TV, a Rede Século 21. E, um dos programas da RS21 é o Troféu Louvemos o Senhor, que já está na sua nona edição.

O programa, idealizado e criado por Ricardo Mari, homenageia e divulga a música católica, bem como seus interpretes, autores, bandas e

Ricardo Mari

Ricardo Mari

tudo o que diz respeito à música evangelizadora.

E, nesta 9ª Edição do Troféu Louvemos o Senhor, a grande homenageada é a Renovação Carismática Católica, que recebe o Mérito Especial, prêmio que reconhece os trabalhos e as realizações do movimento ao longo do tempo.

A RCC é a grande responsável pelo crescimento, aprimoramento e profissionalismo da música católica. Com o movimento, surgiram, também, gravadoras, músicos, cantores e compositores, que revolucionaram a música religiosa. E o grande número de fãs e seguidores das bandas e cantores é a prova de que a música católica mudou de patamar. E o Troféu Louvemos o Senhor foi criado não só para homenagear, mas também para reconhecer e divulgar os compositores, os cantores e suas bandas. Afinal, “quem canta seus males espanta” e “quem canta reza duas vezes”. Ainda mais se a música nos ajuda a rezar e a nos aproximar de Deus.

João Mourão

Para João Mourão, Diretor Musical da Rede Século 21 e Coordenador Geral do Troféu Louvemos o Senhor, a Renovação “foi o impulso que a música católica precisava, em termos de composição, arranjo, interpretação e utilização na evangelização, como forma de cura e de transformação de vidas. Posso dizer que, com essa homenagem dos 50 anos da Renovação, nós fechamos um ciclo e começamos outro, pois o Espírito Santo está sempre nos renovando”.

O Diácono Nelsinho Corrêa, da comunidade Canção Nova, é fruto desse movimento e lembra de momentos marcantes em sua vida: “Eu tinha

Diác. Nelsinho Corrêa – Canção Nova

15 anos de idade quando conheci a Renovação. Era muito difícil para você gravar um LP (Long Play – disco de vinil). Hoje, tudo é mais fácil. Hoje, temos uma moçada muito boa, compondo, lendo partitura, com vozes lindas. Eu louvo a Deus porque a Renovação cresceu, evoluiu. A Renovação trouxe muita mudança e alegria para o Brasil com sua música, desde o começo, lá nos anos 1980, com o Morumbi lotado. Ali nasceu, por exemplo, o padre Marcelo Rossi. A música trouxe muitos jovens e vocações para a Igreja”.

Ir. Luíza

Para Irmã Luíza Tecilla, Vice-presidente da Associação do Senhor Jesus, a Renovação foi uma grande graça que aconteceu há 50 anos: “E até hoje a Renovação continua dando a muitas pessoas a graça de conhecer mais e melhor o Espírito Santo, que nos renova a cada dia. E, para os próximos 50 anos, podemos esperar que o Espírito de Deus faça muito mais do que já fez até hoje, pois só Ele pode realizar maravilhas em cada um de nós”.

Cássio Abreu/RS21